Guia de conversação

px Estações do ano e tempo   »   it Stagioni e tempo

16 [dezesseis ]

Estações do ano e tempo

Estações do ano e tempo

16 [sedici]

Stagioni e tempo

Escolha como deseja ver a tradução:   
Português (BR) Italiano Tocar mais
Estas são as estações do ano: Qu---e-------- -t-gion-: Queste sono le stagioni: Q-e-t- s-n- l- s-a-i-n-: ------------------------ Queste sono le stagioni: 0
A primavera, o verão, La---ima-e--, l’est-te, La primavera, l’estate, L- p-i-a-e-a- l-e-t-t-, ----------------------- La primavera, l’estate, 0
o outono, o inverno. l’aut---o e -’-n-e--o. l’autunno e l’inverno. l-a-t-n-o e l-i-v-r-o- ---------------------- l’autunno e l’inverno. 0
O verão é quente. D--------f---a--o. ---’--ta---- -----. D’estate fa caldo. / L’estate è calda. D-e-t-t- f- c-l-o- / L-e-t-t- è c-l-a- -------------------------------------- D’estate fa caldo. / L’estate è calda. 0
No verão faz sol. D-e--ate c-- / ---end-------le. D’estate c’è / splende il sole. D-e-t-t- c-è / s-l-n-e i- s-l-. ------------------------------- D’estate c’è / splende il sole. 0
No verão gostamos de passear. D-es-ate ----------n-----/ an-i-m- -olent---i---p--s--g-o. D’estate ci piace andare / andiamo volentieri a passeggio. D-e-t-t- c- p-a-e a-d-r- / a-d-a-o v-l-n-i-r- a p-s-e-g-o- ---------------------------------------------------------- D’estate ci piace andare / andiamo volentieri a passeggio. 0
O inverno é frio. D’in-erno-fa-f-e-d-- /-L--nver-- ---r-ddo. D’inverno fa freddo. / L’inverno è freddo. D-i-v-r-o f- f-e-d-. / L-i-v-r-o è f-e-d-. ------------------------------------------ D’inverno fa freddo. / L’inverno è freddo. 0
No inverno neva ou chove. D-i--er-- --v--a - p--v-. D’inverno nevica o piove. D-i-v-r-o n-v-c- o p-o-e- ------------------------- D’inverno nevica o piove. 0
No inverno gostamos de ficar em casa. D’i-----o-pref-ria-o--est--e i--casa-/ --m-n-a-o--ol-ntie-i a---s-. D’inverno preferiamo restare in casa / rimaniamo volentieri a casa. D-i-v-r-o p-e-e-i-m- r-s-a-e i- c-s- / r-m-n-a-o v-l-n-i-r- a c-s-. ------------------------------------------------------------------- D’inverno preferiamo restare in casa / rimaniamo volentieri a casa. 0
Está frio. Fa---ed-o. Fa freddo. F- f-e-d-. ---------- Fa freddo. 0
Está chovendo. P----. Piove. P-o-e- ------ Piove. 0
Está ventando. Ti---ve-to.----’-v-n--s-. Tira vento. / E’ ventoso. T-r- v-n-o- / E- v-n-o-o- ------------------------- Tira vento. / E’ ventoso. 0
Está calor. F--c--d-. Fa caldo. F- c-l-o- --------- Fa caldo. 0
Está sol. C---i--------/ -- -o---gi---. C’è il sole. / E’ soleggiato. C-è i- s-l-. / E- s-l-g-i-t-. ----------------------------- C’è il sole. / E’ soleggiato. 0
Está bom tempo. È --r-no. È sereno. È s-r-n-. --------- È sereno. 0
Como está o tempo hoje? Che-t---- -a-o--i? Che tempo fa oggi? C-e t-m-o f- o-g-? ------------------ Che tempo fa oggi? 0
Hoje está frio. Oggi fa --eddo. Oggi fa freddo. O-g- f- f-e-d-. --------------- Oggi fa freddo. 0
Hoje está calor. Og----a c--d-. Oggi fa caldo. O-g- f- c-l-o- -------------- Oggi fa caldo. 0

Aprendizagem e emoções

Sempre que conseguimos nos comunicar em uma língua estrangeira, é um motivo de alegria. Ficamos orgulhosos com os nossos progressos linguísticos. Se, por outro lado, não formos bem sucedidos ficamos furiosos e desiludidos. Podemos, portanto, associar várias emoções à aprendizagem. Neste âmbito, estudos recentes têm propiciado conclusões interessantes. Estes estudos demonstram que as emoções desempenham um papel durante a aprendizagem. Pois as nossas emoções exercem influência sobre o êxito da aprendizagem. Aprender constitui sempre uma tarefa nova para o nosso cérebro. Uma tarefa que é preciso resolver. O sucesso (ou não) depende, pois, das nossas emoções. Ao acreditarmos que podemos resolver um dado problema ganhamos confiança. Esta estabilidade emocional ajuda-nos durante o processo de aprendizagem. Os pensamentos positivos estimulam as nossas capacidades intelectuais. Assim sendo, a aprendizagem sob pressão não costuma apresentar bons resultados. As dúvidas e as preocupações prejudicam um bom desempenho. Temos, particularmente, dificuldades em aprender quando estamos com medo. Pois o nosso cérebro não consegue armazenar os conteúdos novos. É importante, por isso, que estejamos motivados para aprender. As emoções influenciam, deste modo, a aprendizagem. Mas a aprendizagem também pode influenciar as nossas emoções. As mesmas estruturas cerebrais que processam as informações factuais também processam as emoções. Por esta razão, a aprendizagem pode fazer-nos felizes, e quem está feliz aprende melhor. É claro que a aprendizagem nem sempre é interessante, por vezes pode revelar-se muito fatigante. Para tal, devemos estabelecer pequenas metas. Para que não sobrecarreguemos o nosso cérebro. E assim garantimos que as nossas expectativas se cumpram. Logo, o nosso sucesso torna-se uma recompensa, que nos mantém motivados. Agora, já sabe: aprenda e sorria ao mesmo tempo!